fbpx
sobrepeso e obesidade

5 sintomas do sobrepeso e da obesidade que você não pode ignorar

Entre os principais assuntos discutidos hoje em relação à saúde e qualidade de vida, estão os sintomas do sobrepeso. Considerado uma doença silenciosa, pessoas que sofrem com o problema estão sujeitas a diversas complicações de saúde.

Por exemplo: problemas cardiovasculares, como a hipertensão, além de diabetes, apneia, fragilidade nos músculos, entre outras condições.

Mas, afinal, o que devemos avaliar sobre a obesidade e o sobrepeso? Quando identificar os sinais? E, principalmente, quais são eles? Se você deseja entender melhor esse assunto, continue a leitura deste artigo. Aqui explicamos os principais pontos relacionados ao tema.

Por que entender os sintomas do sobrepeso e da obesidade?

Em primeiro lugar, precisamos explicar o que são considerados sobrepeso e obesidade. Em ambos os casos a pessoa tem Índice de Massa Corpórea (IMC) acima do ideal. Vejamos a classificação:

  • Peso normal: IMC entre 18.0 e 24,9 kg/m2;
  • Sobrepeso: IMC entre 25.0 e 29,9 kg/m2;
  • Grau 1 de obesidade: IMC entre 30.0 e 34.9 kg/m2;
  • Obesidade grau 2: IMC entre 35.0 e 39.9 kg/m2;
  • Obesidade grau 3 ou obesidade mórbida: IMC igual ou superior a 40 kg/m2.

O excesso de peso é causado principalmente pela má alimentação, com o consumo de alimentos ricos em gorduras e açúcar. Nesse contexto, ambos geram diversos malefícios para o organismo, como desenvolvimento de doenças, comprometimento da qualidade de vida, dificuldade de realizar qualquer esforço, indisposição e baixa autoestima.

Para evitar essa situação, é recomendada a alimentação saudável, bem como a prática de exercícios físicos. Além disso, acompanhar os sinais claros de sobrepeso e obesidade é muito importante.

Quais são os 5 sinais ou sintomas do sobrepeso e da obesidade?

Agora que você já conhece a importância de entender os sintomas do sobrepeso e da obesidade, é fundamental saber identificá-los. Logo, veja quais são os sinais mais recorrentes.

1. Gordura abdominal

Quando o peso não está bem distribuído pelo corpo, ele pode ser prejudicial para a sua saúde. E, caso esse acúmulo seja na região abdominal, é pior ainda. Então, verificar a sua circunferência abdominal é de extrema importância.

A gordura localizada na região abdominal eleva a taxa de glicose, pressão arterial e colesterol ruim. Sendo assim, a recomendação é 88 centímetros de circunferência para mulheres e 102 para homens.

2. Dores pelo corpo

Entre os sintomas do sobrepeso e da obesidade, está a dor considerável em algumas regiões do corpo. Afinal, o esforço para a sustentar o peso pode resultar em desconforto nas pernas, costas ou nos joelhos. Além disso, é comum o aparecimento de varizes, que também causam dores e cansaço nas pernas e nos pés.

3. Limitações físicas

Se antes você conseguia correr uma longa distância e hoje isso não é mais possível, pode ser que o aumento do peso venha causando essa dificuldade. Isso porque o preparo físico está ligado ao peso corporal.

Ademais, vale lembrar que o acúmulo de gordura pode causar dificuldade na respiração. Desse modo, o cansaço e a indisposição também costumam ser sinalizados pela transpiração excessiva.

4. Baixa autoestima

Olhar no espelho e não se sentir satisfeito com o próprio reflexo é um dos principais sinais de sobrepeso e obesidade. Se esse fator gerar dificuldade no convívio social, como vergonha de exposição ou algum tipo de discriminação, pode ser o gatilho para a ansiedade ou depressão. Por isso, além de tratar a questão física, é recomendável buscar apoio psicológico para enfrentar o problema.

5. Sono ruim

Por fim, está a dificuldade para dormir. O ronco e a apneia do sono são desencadeados pela obesidade, assim como pelo sobrepeso. A má oxigenação dos tecidos, resultado da gordura localizada na região abdominal e no pescoço, dificultam a respiração. Com isso, entrar nas camadas de sono mais profundas se torna um desafio, desqualificando o sono.

Em conclusão, como vimos ao longo deste artigo, existem diversos sintomas do sobrepeso e da obesidade que podem prejudicar a saúde. Quanto antes for o diagnóstico, mais importante será para o tratamento e a sua qualidade de vida. Isso permitirá que você evite o desenvolvimento de comorbidades relacionadas ao excesso de peso.

E o que você achou deste artigo? Quer ficar por dentro de outros temas fundamentais para a sua saúde? Então, basta assinar a nossa newsletter para receber conteúdos exclusivos no seu e-mail, toda semana.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.