fbpx

Você sabe o que é a medicina holística? Nós explicamos!

Você sabe o que é medicina holística? Trata-se de uma alternativa à medicina tradicional, que tem crescido não somente no Brasil, mas em todo mundo. O objetivo é focar na cura para os problemas gerais do ser humano, e não apenas nos sintomas em si.

Contudo, muitas pessoas ainda não conhecem essa alternativa de tratamento e como ela pode ajudar. Não se trata de uma forma de substituir o tratamento dito tradicional, mas sim de complementá-lo.

Então, se você tem dúvidas ou curiosidade de saber como funciona esse tipo de tratamento, continue a leitura para entender definitivamente o que é medicina holística.

O que é medicina holística?

Como já comentamos acima, a medicina holística é aquela que trata o ser humano como um todo. Mas o que isso significa? Na verdade, o foco dessa modalidade de medicina não é apenas tratar a dor, do incômodo físico ou de demais sintomas, mas também encontrar a origem do problema, incluindo os fatores psicológicos.

Portanto, é um tratamento que busca alcançar o equilíbrio físico, mental, espiritual e até mesmo social. Para isso, o corpo recebe diversos estímulos naturais, além de um foco maior na autoajuda.

Então, o terapeuta holístico olhará para o histórico do paciente de forma diferente. Ele vai entendê-lo de forma ampla, não apenas no quesito médico, mas também pessoal. Exatamente por esse motivo, é um complemento muito forte no tratamento de diversos transtornos mentais, como a depressão e a ansiedade.

Durante vários anos, a medicina tradicional foi evoluindo e criando tratamentos alternativos capazes de transformar a humanidade como um todo. Eles foram capazes de proporcionar longevidade e dar qualidade de vida a milhões de pessoas em todo o mundo.

Entretanto, o foco principal da valiosa medicina tradicional é eliminar os sintomas de doenças e dar qualidade de vida às pessoas. A medicina holística, no entanto, tem um foco diferenciado. Ela trata a origem das enfermidades, ou seja, identifica o porquê de determinada doença e atua diretamente em sua causa.

Apesar de parecerem coisas distintas, a medicina holística e a tradicional podem perfeitamente trabalhar em conjunto. Uma atua removendo os efeitos das enfermidades e a outra trabalha removendo o fato gerador dessas doenças — um conjunto perfeito que soma benefícios aos pacientes.

Quais são os tratamentos de medicina holística?

Agora que você conhece o conceito básico, fica mais claro entender como essa medicina funciona a partir de alguns dos principais tratamentos. É provável que você já tenha ouvido falar de alguns deles, mas vamos explicá-los melhor.

Reiki

O reiki é uma técnica japonesa baseada na transferência de energia por meio das mãos. Então, o objetivo é encontrar os chakras, de modo a promover equilíbrio energético, essencial para manter o bem-estar, tanto mental, quanto físico.

Terapia com florais

A terapia floral também é um tratamento que atua sobre as emoções do indivíduo. Nesse método, a ideia é usar florais que se harmonizam com a personalidade de cada indivíduo, de modo a trazer equilíbrio. Assim, é uma forma de lidar com as emoções negativas.

Aromaterapia

O objetivo da aromaterapia é usar o aroma e as partículas liberadas pelos óleos essenciais. A partir disso, e com a combinação ideal, é possível estimular áreas do cérebro específicas, de modo a obter os resultados desejados.

Homeopatia

Um dos tratamentos holísticos mais famosos, a homeopatia consiste no uso de medicamentos alternativos, geralmente através de gotas, glóbulos ou comprimidos. Esse método é efetivo, pois os componentes são naturais e têm objetivo de estimular o corpo contra os problemas de saúde. Para saber mais sobre a homeopatia, clique aqui e leia um artigo completo que escrevemos sobre o assunto.

Qual a relação entre a medicina holística e a integrativa?

A medicina holística divide a fama e o reconhecimento com outra área desse mesmo segmento, a medicina integrativa. Ela tenta entender o ser humano de forma inteira, e não fragmentada. É um novo tipo de cuidado com a saúde que, inclusive, é reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que tem inserido práticas alternativas em procedimentos e tratamentos tradicionais.

O termo “holística” é utilizado para designar algo visto como um todo. Dessa forma, tanto a medicina que estamos tratando neste artigo quanto a integrativa enxergam o ser humano por completo. Além disso, a visão de ambos os segmentos é desenvolver a saúde para que as enfermidades sejam eliminadas de forma natural.

As diferentes práticas entre a medicina holística e a integrativa ficam por conta do mecanismo de ação de cada uma delas. A primeira atua com práticas, técnicas e elementos variados. A segunda, no entanto, tem foco na alimentação adequada, prática de atividades físicas e suplementação.

Apesar do mecanismo de atuação ser diferente, tanto a medicina holística quanto a integrativa tem o mesmo objetivo: gerar saúde e eliminar os fatores que criam as enfermidades na vida das pessoas.

Quais doenças tratadas e prevenidas com a medicina holística?

A medicina holística é capaz de tratar ou prevenir uma lista gigantesca de doenças. Existem os que defendem que até mesmo enfermidades mais graves são amenizadas com o auxílio dessa valiosa ferramenta de promoção da saúde.

As enfermidades mais tratadas com o auxílio da medicina holística são:

  • o estresse físico e o emocional, causado por um estilo de vida desregrado;
  • dores causadas por questões posturais ou, até mesmo, estresse, que atingem costas, ombros, membros inferiores, pescoço e cabeça;
  • ansiedade, especialmente a síndrome que causa esse tipo de sentimento nas pessoas;
  • depressão;
  • questões hormonais e alterações de humor causadas pela tensão pré-menstrual.

Para finalizar essa parte das enfermidades tratadas com essa área da medicina, é importante ter atenção a um detalhe: o terapeuta holístico dificilmente fornecerá uma espécie de prescrição de práticas que você precisa executar. Ele entenderá suas necessidades e recomendará a execução daquelas que, efetivamente, tratam o problema em sua essência.

Em casos extremos, por exemplo, quando as dores são crônicas ou no caso de pessoas com quadros graves de ansiedade ou depressão, o terapeuta pode encaminhar o paciente para um médico. Dessa forma, ambos os profissionais trabalharão em conjunto para livrar a pessoa da enfermidade que a atinge.

Como uma farmácia de manipulação pode ajudar?

Agora que você já entendeu o que é medicina holística, é preciso entender o papel da farmácia de manipulação nesse aspecto.

Seguindo o gancho da homeopatia, é na farmácia de manipulação que você encontra os ativos. É possível manipular remédios homeopáticos, florais, óleos essenciais e diversos outros.

Na rede Dias da Cruz, você pode contar com as especialidades mencionadas acima. Clique aqui para entrar e contato e converse via WhatsApp com nossa equipe especializada.

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.