fbpx
dor nas costas

Dor nas costas não é sempre igual. Entenda as diferenças e saiba como evitá-las

Apostar na qualidade de vida traz grandes benefícios ao ser humano. Geralmente, muitos procuram dar os primeiros passos quando o corpo não apresenta um bom desempenho. Principalmente quando aparece a dor nas costas.

Segundo um estudo feito pela OMS, essa é uma das dores mais comuns nos indivíduos. Em suma, esse quadro gera consequências desagradáveis à rotina de qualquer pessoa. Afinal, além de atrapalhar o rendimento do trabalho, ela altera o humor. Portanto, é interessante combater esse problema da melhor maneira possível.

Se você sofre desse mal, não se preocupe. Nos tópicos abaixo, você terá mais informações sobre esse tema. Por isso, continue conosco para ampliar seu conhecimento. Boa leitura!

A dor nas costas e o sedentarismo

Em primeiro lugar, queremos destacar o sedentarismo. Ele é o causador mais comum da dor nas costas. Diariamente, as pessoas lidam com uma rotina complemente atribulada. Cheias de demandas urgentes, o tempo de cuidado pessoal não é otimizado como deveria. Desse modo, muitos se esquecem de apostar em exercícios físicos e numa alimentação balanceada

Em relação ao ambiente de trabalho, vale ressaltar as posturas incorretas durante o expediente. Ou seja, fatores diversos que desfavorecem a saúde. Então, é interessante fazer uma autoanálise e buscar um estilo de vida que favoreça a sua longevidade.

Os principais tipos de dores

Em um ambiente corporativo, os colaboradores ficam sentados durante toda a carga horária. Por conta desse longo período e da má postura, o indivíduo apresenta a lombalgia, popularmente conhecida como dor na lombar, parte inferior da coluna. 

Essa dor também é consequência de obesidade, osteoporose, artrose e artrite. Em resumo, ela se manifesta de três maneiras: aguda, crônica e referida. A primeira pode durar até um mês. Já a segunda chega a se intensificar em até 3 meses. A característica da última é que ela se espalha para outras partes do corpo. 

A dorsalgia está relacionada a dores na região da coluna vertebral. No que concerne, a dor ciática é reproduzida nos glúteos e chega até o dedão do pé. Entre elas, não podemos esquecer da escoliose e também do torcicolo.

Os principais cuidados para diminuir a dor nas costas

Primeiramente, é necessário ter mais cuidado com a postura. Seja durante o horário de trabalho ou em tarefas domésticas. Verifique se as cadeiras respeitam princípios de ergonomia. Em suma, priorize a harmonia das estruturas de sustentação para garantir sua produtividade e respeito ao corpo.

Em segundo lugar, não carregue grandes pesos. O excesso pode gerar a lombalgia. Inclusive, atletas que fazem atividades de alto impacto também devem respeitar as recomendações. Além de dor nas costas, a inadequação causa fortes lesões. Desse modo, treine sempre com orientação profissional, principalmente na hora de malhar.

Outro ponto importante é a validade do colchão. Por isso, faça essa verificação e troque na intenção de melhorar sua qualidade de vida. É bom lembrar de que é necessário ter uma boa noite de sono. Os especialistas recomendam 8 horas diárias. Portanto, permita que seu corpo esteja relaxado o suficiente. 

Neste artigo, você conheceu as diferenças e como evitar a dor nas costas. Portanto, considere as nossas dicas e aposte em práticas que gerem benefícios diários e permitam um estilo de vida saudável.

Gostou deste conteúdo? Então, continue conosco e descubra se você faz caminhada da maneira correta.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.