fbpx

Comer por impulso: como lidar com essa questão?

Apesar da fome ser uma necessidade fisiológica natural, muitas pessoas costumam comer por impulso e ficam mais distantes de um estilo de vida saudável. O consumo exagerado de determinados alimentos está associado a questões de desequilíbrios emocionais, muitas vezes associados ao estresse, ansiedade e demais fatores que levam à compulsão alimentar.

Com o intuito de alertar sobre os malefícios desse comportamento, separamos nos tópicos abaixo informações que agregam valor ao seu conhecimento e farão você repensar seus hábitos alimentares. Portanto, continue conosco e tenha uma boa leitura!

A importância de uma boa alimentação no dia a dia

Aqueles que estão em algum tratamento ou querem prevenir o aparecimento de doenças, com certeza, já ouviram falar da importância de optar por uma boa alimentação no dia a dia, com o consumo dos nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo.

No entanto, em determinadas situações da vida cotidiana, o ser humano, por vezes, se vê em meio a uma desconformidade entre a necessidade de se alimentar e a vontade de comer. Quem segue esse tipo de comportamento não fica satisfeito, e o ato de degustar uma alimento não é mais algo prazeroso, mas sim, um desejo de eliminar alguma dor ou frustração.

Um cenário como esse não é nada favorável à saúde física e mental de um indivíduo. Se houver um prolongamento desse comportamento, podem surgir doenças cardiovasculares, ou crônicas, e até mesmo ser o gatilho para a depressão.

As melhores maneiras de lidar com essa questão

Além das consequências apresentadas, o ato de comer por impulso facilita o ganho de peso e faz com que a pessoa desenvolva uma baixa autoestima. Na intenção de ajudar quem passa por essa situação, separamos alguns pontos importantes que não devem ser ignorados. Confira a seguir!

Entenda a origem da necessidade de comer

Uma autoanálise é muito importante em momentos como esse. É necessário saber quais são os gatilhos mentais que levam alguém a comer por impulso. Entre os motivos mais corriqueiros, podemos citar a insatisfação ou a alta demanda de tarefas no trabalho, desilusões sociais ou amorosas, mortes e, até mesmo, a tensão pré-menstrual nas mulheres.

A partir do momento que se sabe a causa raiz, é necessário mudar os hábitos e ter uma rotina favorável ao equilíbrio da mente. Pode ser difícil no começo, mas é interessante ter disciplina, força de vontade e contar com a ajuda de um profissional da saúde.

Evite dietas muito restritivas

Uma das razões dessa mudança de hábito é fazer com que o indivíduo volte a ter prazer ao ingerir certos alimentos. Dessa forma, deixando de comer por impulso. Existem muitas dietas malucas que mexem com o psicológico e, no fim, não ajudam. Portanto, não restringir severamente a alimentação, mas também não se deve tirar o foco da finalidade da dieta.

Valorize o sabor e não a quantidade

Ao comer por impulso, o indivíduo sempre faz esse ato às pressas e não mastiga corretamente os alimentos. Assim, dificultando o processo de digestão e o alimento não é degustado devidamente. Portanto, além de mudar os hábitos à mesa, é importante conhecer os benefícios dos alimentos, para que a ingestão de alimentos saudáveis seja um ato prazeroso.

Durante a leitura deste artigo, você conheceu os motivos que fazem alguém comer por impulso e conferiu dicas para mudar esse mau hábito. Por isso, considere o que foi proposto e não deixe de buscar a ajuda de um profissional especializado.

Quer ter acesso a mais conteúdos relacionados à saúde e bem-estar? Então, não deixe de assinar nossa newsletter para receber por e-mail nossas novidades e informações periódicas.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.